FIQUE POR DENTRO » Notícias

Crianças e jovens podem interagir com artistas de espetáculos


Ampliar a percepção, a curiosidade e o entendimento sobre o teatro. Este é o objetivo da atividade Diálogos na Cena, que compõe a grade de ações formativas do Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto.

Destinada a crianças e jovens, a atividade propõe estender a percepção desse público em conversas com os criadores e elenco dos espetáculos Berenices, Desastro e Ogroleto. Serão nos dias 7, 11 e 14 de julho, às 16h, no Teatro do Sesi, logo após as apresentações.

Um astronauta que decide abandonar a Terra; uma criança que descobre que não é igual às outras e tem que aprender a aceitar e lidar com essa diferença; e a saga da pequena Berenice, que diante da chegada de um irmão, aprende a perceber e lidar com seus pensamentos, sentimentos, medos, dificuldades e expectativa sobre os outros. Estas são as tramas dos espetáculos Berenices, Desastro e Ogroleto.

Para todas elas, algo é comum: a experiência de ir ao teatro poderá ser incrementada. A dinâmica passa pelas temáticas abordadas pelos espetáculos, bem como as inquietações de largada e os processos criativos das montagens. A atividade conta com a mediação de Mirian Shaw, doutora em Antropologia pela PUC/SP.

"É importante que desde o primeiro acesso às obras, as crianças possam assimilar o propósito do que é apresentado. Esse olhar inaugural se torna mais crítico, deixa as crianças e jovens mais participativos. A proposta é expandir o olhar, o entendimento e a curiosidade da criança para além da contemplação", afirma a equipe de Curadoria do FIT, que este ano foi formada por Adriana Souza, Graziela Nunes e Jorge Vermelho.

Os ingressos para assistir às peças citadas estarão disponíveis gratuitamente para retirada 1 hora de antes do início das apresentações, no Teatro do Sesi.

Além destas produções, outras podem ser contempladas por crianças e jovens. Somam-se a essas os espetáculos O Pequeno Príncipe - O Musical, do Grupo Lígia Aydar, e As Cidades Invisíveis, da companhia Má-Criação, de Portugal.



As Ações Formativas do FIT articulam atividades práticas, reflexivas e pedagógicas que aproximam público e criadores. Os diálogos horizontais são um convite a todos para imergir nas estéticas e temáticas, prolongando a experiência de recepção das obras. As ações gratuitas contemplam: encontros temáticos, residência artística, exposição interativa, oficina, lançamento editorial e produção de críticas.